J'ai lu: As Rosas Inglesas (Madonna)

"Mas era triste. Porque apesar de ser a garota mais bonita que já se viu, era também muito solitária." - pág.12


  Queridos leitores, esse é, com toda certeza, o livro mais antigo da minha estante, já que eu perdi os outros na enchente que assassinou uma parte dos meus livros.
  Eu ganhei esse livro da minha mãe quando eu era criança e lembro que adorei a estória na época...
  O livro fala sobre um grupo de quatro amigas que se autointitulam Rosas Inglesas. Elas desprezam uma colega de escola porque sentem inveja e ciúmes da sua beleza e da atenção que recebe, respectivamente.
  Binah, a menina que elas invejam, tem uma vida bem diferente do que elas pensam e é uma fada-madrinha que, por meio de um sonho, conta para elas sobre a verdade por trás da vida da menina.
  O livro foi escrito pela Madonna e, diferente do que podíamos esperar da parte dela, fala com exatidão sobre sentimentos positivos e sobre o bem que fazemos a nós mesmos, e por consequência aos outros, quando nos libertamos dessas ideias pré-formadas sobre as pessoas.
  Lembro que quando eu li esse livro, me senti bem com a estória...
  Na época, eu já era uma leitora assustadoramente precoce que havia lido Jane Austen, William Shakespeare e Charlotte Brontë, e nutria certo descaso por livros ilustrados que, por sinal, eram os que eu deveria ler. Mas esse livro me fez pensar...
  Apesar do público alvo ser infantil, esse primeiro¹ volume debate assuntos que atormentam até os adultos.
  Com um ar de "Gata Borralheira", a obra de Madonna soa mágica, porém real. Seu tema, de certo modo, nos confronta com questionamentos sérios, reflexivos e, pasmem, feministas.
  Um dos principais questionamentos feministas que eu já vi em uma obra destinada para crianças, inclusive, está aqui... "Se somos todas mulheres e vamos ser julgadas e generalizadas pela sociedade, por que insistimos em disputar umas com as outras?"
  Mesmo que de modo subliminar, os questionamentos estão ali e são feitos com muita eficiência para o público infantil.
  Eu sempre recomendo a leitura desse livro para crianças, porque ele realmente ajuda a desenvolver o caráter e a compreensão dos sentimentos negativos, sem perder a magia e a fluidez.
  Bom, por hoje é isso...
  Com amor, Mallú.
  ¹Esse é o primeiro volume de uma série de cinco livros, que focam em temas importantes para o desenvolvimento do caráter e da ética. Todos escritos pela Madonna e direcionados ao público infantil.

Comentários